Paula Mattos sobre vez das sertanejas e DVD: ‘Não é só homem que vai pra balada’

28th maio 2017   ·   0 Comentários

“Paula Mattos – Ao Vivo”, que será lançado pela Warner Music Brasil, é o segundo DVD da cantora. Contando com convidados ilustres e grande produção, trabalho estará disponível em breve em formato físico e digital

Paula Mattos está para lançar segundo DVD da carreira, o

Paula Mattos está para lançar segundo DVD da carreira, o “Paula Mattos – Ao Vivo”

Foto: Reprodução/Instagram

“Não é só homem que vai pra balada, curte e que é independente. Mulheres também têm e precisam mostrar esse lado”. Para Paula Mattos, é mais ou menos assim que se resume o aumento do protagonismo feminino no segmento do sertanejo e do qual, inclusive, ela mesma participa. “Acho muito bom isso estar mudando porque sempre existiu essa barreira, esse preconceito de que mulher não acontece no sertanejo. De 2016 pra cá, o mercado vem abrindo mais”, declara. Com autoestima, confiança e um olhar mirando uma expansão ainda maior desse mercado para a mulherada, Paula já está com tudo pronto para lançar o segundo DVD, “Paula Mattos – Ao Vivo”.

Com direção artística de Catatau e produção de Pepato, que já produziu artistas como Marília Mendonça, Bruno e Marrone e Luan Santana, o DVD “Paula Mattos – Ao Vivo” aconteceu contando com uma estrutura sólida de produção, convidados ilustres e uma organização que consolidou a realização de um trabalho feito com cuidado e empenho. O show que celebra esse segundo trabalho pessoal de Paula Mattos rolou na Brooks, em São Paulo.

Paula contou um pouco mais do que foi pensado para os fãs com o segundo DVD. “A gente pensou em algo pra mostrar o show da Paula e trazer mais os fãs, diferente do primeiro que foi acústico”, diz. “É outra energia. Ficou um trabalho lindo. Tá bem pra cima, bem dançante”, revela. De acordo com a sertaneja, o material, além de ter como base muita dedicação e carinho, ainda conta com a parceria da gravadora Warner e será lançado em breve, disponível em formato físico e digital.

Paula Mattos e Marília Mendonça cantam juntas o hit

Ainda contando novidades sobre o “Paula Mattos – Ao Vivo”, a cantora deu uma brechinha sobre coisas que ainda vêm por aí para os fãs, ainda que o DVD esteja finalizado e prestes a ser lançado. Nesse clima de expectativa, Paula falou sobre a música “Amiga”, possível single do novo DVD que já ultrapassou as 2 milhões de visualizações em apenas duas semanas no YouTube. “Tô muito feliz. Esses números são um sinal de que a música tá andando bem e de que a galera tá curtindo bastante”, diz. “A gente só precisa decidir se ela vai ser o single”, adianta. De acordo com a sertaneja, “Amiga” é uma música divertida e que traz um traço típico do sertanejo atual: a sofrência. A letra, cantada em parceria com a cantora Marília Mendonça no DVD, fala de duas amigas que se desiludiram no amor e que desabafam uma com a outra enquanto bebem em bar.

Falando em repertório, Paula Mattos, que integra o time de mulheres que se destacam no mercado atual da música sertaneja brasileira, brilhou no palco com cenário de LED e músicos muito bem ensaiados, além dos figurinos incríveis na hora de interpretar as faixas do novo DVD. Os destaques são as músicas “Rosa Amarela”, “Eu Já Te Amava”, “Guerra e Paz”, “Coisa de Ex”, e “Sexto Sentido”, que conta com a participação da dupla Maiara e Maraísa, além de outras músicas.

Paula Mattos

Natural de Campo Grande, Paula Mattos conquistou grande respeito no meio sertanejo não só pelo talento como cantora, mas sobretudo pelo dom que tem para a composição. Desde os 15 anos, a artista se inspira e cria sucessos que alcançaram os holofotes de reconhecimento e foram gravados por grandes nomes dentro da musica sertaneja como Marcos & Belutti, Gusttavo Lima e Thaeme & Thiago, dupla de quem a cantora já foi backing vocal antes de protagonizar o próprio sucesso sozinha. Em 2015, uniu mais um fator para agregar na sua carreira como musicista e iniciou sua caminhada como cantora, dando vida própria (literalmente) as suas composições.

Segundo Paula, a presença da música em sua vida é praticamente intrínseca, já que esse contato começou super cedo. “Desde muito novinha, com uns 7 anos de idade, eu ouvia muita música sertaneja por causa dos meus avós”, conta. “Sempre que tinha churrasco em casa, aniversário, era assim. Cresci nesse meio musical”, termina. No entanto, mesmo o sertanejo tendo marcado presença na trajetória de vida de Paula, a cantora, que não nega o gosto mais tradicional, se mostrou uma pessoa eclética e explicou que o gosto plural também colabora para o incremento da carreira. “Ouço de tudo um pouco. Gosto de sertanejos antigos, Cristian e Ralph, Trio Parada Dura… Mas também ouço Ed Sheeran e Sandy. Gosto de trazer referências pro meu trabalho”, conta.

Paula Mattos compõe desde os 15 anos e resolveu unir esse dom com o da cantoria; Agora os holofotes também estão sobre sua voz

Paula Mattos compõe desde os 15 anos e resolveu unir esse dom com o da cantoria; Agora os holofotes também estão sobre sua voz

Foto: Reprodução/Instagram

Seu primeiro DVD foi lançado pela Warner Music Brasil, em 2015, o “Acústico Paula Mattos” e esse configura um trabalho acústico e mais intimista. De acordo com a sertaneja, há diferenças entre o primeiro e segundo trabalho, igualmente bons em resultado, mas que configuram experiências e aprendizados diferentes. “O primeiro era meio incerto. Fiz com a minha verdade, a verdadeira Paula Mattos. Fiz na raça com a minha sócia”, revela. “O segundo já é diferente do primeiro… Quando você tem uma gravadora por trás, um escritório, isso ajuda e deixa a gente mais seguro. Cada projeto novo é uma experiência, um sentimento diferente”, pontua.

Gravado em São Paulo, o projeto acústico está disponível em CD com 12 faixas e o DVD com 10. O álbum inclui o hit “Que Sorte a Nossa”, composição famosa de Paula em uma versão exclusiva com segunda voz de Fernando Paloni. Essa música, para a cantora, tem um significado mais que especial. “Foi a música que me mostrou para o Brasil”, relembra.

LEIA TAMBÉM:

Readers Comments (0)