Veja dicas de como reorganizar o guarda-roupa para o inverno

22nd junho 2017   ·   0 Comentários

O frio chegou e é essencial deixar as roupas que ficaram guardadas durante os meses de calor respirarem, assim como encaixotar o que não será usado

No próximo dia 21, será possível dizer que o inverno chegou no Brasil, mas apesar de a estação ainda não ter começado, o frio parece já ter se instalado em muitas cidades do País. Mesmo que você não curta temperaturas mais geladas, é inevitável buscar roupas de frio para tentar lidar com ele e se proteger.

Durante o inverno, é importante guardar as roupas mais fresquinhas e reorganizar as peças de frio no guarda-roupa

Durante o inverno, é importante guardar as roupas mais fresquinhas e reorganizar as peças de frio no guarda-roupa

Foto: Shutterstock

O problema é que, muitas vezes, as roupas mais apropriadas para o inverno se perdem no fundo do guarda-roupa ou das gavetas e aí o ato de se arrumar pela manhã fica muito mais demorado e complicado. Veja algumas dicas de como se deve reorganizar as roupas para deixar malhas, calças, botas e moletons mais acessíveis:

Roupas guardadas precisam respirar

De acordo com a personal organizer Carol Rosa, antes de reacomodar as roupas de frio no guarda-roupa, é preciso deixá-las tomando ar por algum tempo, mas sem que haja exposição ao sol. Carol afirma também que a dica vale para roupas que já foram lavadas antes de guardar. Caso as peças que já tenham passado pela máquina de lavar continuem cheirando mal mesmo após a exposição ao ar puro, vale lavá-las ou mandá-las para uma lavanderia novamente.

Carol também reforça a importância de lavar as roupas antes de deixá-las guardadas por um longo período de tempo. “A recomendação de lavar antes de guardar é para evitar mofo ou alguma mancha definitiva. Se você não reparou que a peça estava suja e ela ficou guardada por muito tempo, a sujeira pode não sair mais”, explica.

Selecione apenas o essencial

A segunda dica da especialista é analisar com calma o que está guardado no armário e definir quais daquelas peças você com certeza não vai usar durante os meses de frio. É claro que é importante deixar uma ou duas peças de calor à mão para eventuais mudanças de tempo ou até para usar por baixo de um casaco mais grosso, mas vestidos, calças curtas e sandálias não precisam necessariamente ficar por perto.

Após fazer essa seleção, é necessário acomodar as peças que espera não usar em outro lugar – como em caixas debaixo da cama ou na parte mais alta do armário – para deixar espaço para vestidos de malha, calças de camurça e calçados de frio.

Na hora de acomodar as roupas de inverno, Carol afirma que é indicado dobrar as peças de malha ou que forem mais pesadas porque pendurá-las pode danificar as roupas. As calças podem ser penduradas em cabides e as botas podem ficar deitadas ou em pé (neste caso, com algo dentro para preenchê-las e impedir que se dobrem).

Cuidado com o armazenamento

O que será encaixotado até a volta dos dias mais quentes também merece cuidado. As peças, antes de serem guardadas em caixas ou malas, devem ser embaladas em sacos feitos de TNT ou embalagens que fechem a vácuo, segundo Carol. Além disso, vale a pena deixar um antimofo junto das roupas e sapatos para que fiquem devidamente protegidos.

Para finalizar, Carol afirma que deve haver uma atenção especial para os biquínis. Já que é muito difícil utilizar roupas de banho no inverno, eles podem ser deixados de lado, mas é essencial lavá-los antes disso. “É muito importante que eles estejam extremamente limpos quando forem guardados ou corre o risco de ficarem amarelados ou com o elástico esgarçado ao longo do tempo”, conclui ela.

LEIA TAMBÉM:

Readers Comments (0)